NOTA DE REPÚDIO: “A Secretaria de Cultura em Propriá”

0
341

Um dos ativistas pela luta de um trabalho no campo da Cultura da cidade de de Propriá, Renison Félix, conhecido por ser autor do GHM: Grupo História da Música, e um dos idealizadores da Banda Ecoalize e também de eventos musicais e culturais, decidiu não aceitar o convite do Prefeito eleito, Ioakanaan Santana (PSB), para assumir como Diretor ou Coordenador, do Departamento de Cultura que será subordinado a Secretaria Municipal de Educação.

Renison lançou uma Nota de Repúdio em sua página do Facebook e em vários grupos de Whatsapp e também ao site Propriá News para ser publicada em sua Coluna. A nota viralizou e já é o assunto do dia na cidade com forte tendência para se ampliar.

Segundo a nota, Renison Félix deixa claro que, tornar a Secretaria Municipal de Cultura como um Departamento, é retroceder. Segue a nota na integra.

NOTA DE REPÚDIO: “A Secretaria de Cultura em Propriá”

Quando o prefeito eleito Iokanaan Santana, nomeou os secretários para a nova gestão, citou um secretário para a pasta de Cultura, Esporte e Lazer. E eu também tinha essa certeza, inclusive já havia idealizado o “encontro cultural” para a festa de Bom Jesus dos Navegantes, mesmo sabendo da realidade do município, que não tem recursos para realizar nenhum evento, contactei alguns parceiros para se somar ao projeto, e desta forma manter a tradição do encontro.
Em momento algum, fui informado oficialmente sobre a real situação do “cargo” para o qual fui nomeado…

A população estava ciente que a secretaria de Cultura permaneceria. Mas um belo dia, fui surpreendido por uma publicação no Facebook, pois a mesma informava que a Cultura seria apenas um departamento, não me contive e fui procurar saber o que realmente estava acontecendo…

Quando questionei o prefeito Iokanaan, ele foi taxativo e me respondeu: “sim, cultura será um departamento”, incrédulo com o que ouvi, não me contive, e de imediato agradeci pela oportunidade, mas estaria naquele momento me “desligando” do grupo da gestão.
NÃO COMPACTUO COM RETROCESSOS, e tornar a secretaria de Cultura em um departamento é algo absurdo!

Sinceramente… já é difícil promover a cultura em nossa cidade, imagine com Propriá fora do plano nacional de cultura!?

Vale lembrar que minha insatisfação é sobre a “desvalorização da cultura”, fazem pouco caso, não respeitam…

Obs.: não preciso de cargo público para promover CULTURA!

“Até breve e até sempre;”

Renison Felix Alves

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta