Mamulendo de Cheiro lança espetáculo contando a trajetória de Clemilda e Gerson Filho

0
51

Espetáculo narra, através do teatro de bonecos , a carreira de uma das mais importantes duplas de forró do Brasil

Com quase quarenta anos de existência, o grupo sergipano de teatro de bonecos Mamulengo de Cheiroso prepara um belo espetáculo em homenagem a uma das duplas mais importantes do forró e da música sergipana, Clemilda e Gerson Filho. Para tanto, os integrantes do Mamulengo de Cheiroso se dedicaram, por quase um ano, a pesquisar sobre a vida e obra desses dos grandes artistas conhecedores da gramática da língua popular, legítimos brincantes da palavra fácil, de linguagem mambembe de duplo sentido, de música pulsante. Desde os anos de 1950, essa talentosa dupla desbravou e conquistou o Brasil com a alegria do arrasta-pé. Inspirados nessa energia contagiante, a companhia de teatro de bonecos lança neste mês de dezembro o esse espetáculo TALCO NO SALÃO, PRO FORRÓ FICAR CHEIROSO.

Para o lançamento, a companhia programou três apresentações. A estreia está marcada para o dia 17 de dezembro, às 19h, no Museu da Gente Sergipana. Depois disso o espetáculo também acontece no dia 21 de dezembro, na praça do Conjunto Beira Mar II, às 20h. Já no dia 22 de dezembro o público confere o espetáculo no Mirante da 13 de Julho, às 19h. Todas as apresentação são gratuitas.

Segundo o diretor da companhia, Augusto Barreto, que conviveu durante anos na companhia de Clemilda, a realização deste espetáculo era uma dívida antiga do Mamulengo para com o público. “Precisávamos contar a história dessa guerreira e de seu companheiro, Gerson Filho. Um casal que passou uma vida juntos e, que nessa caminhada, construíram uma carreira artística maravilhosa. São quase 50 anos de arte que precisamos retratar e mostrar para nova geração o quanto importante foi essa dupla na história da música nacional”, conta Augusto.

Para dirigir o espetáculo, a companhia de teatro convidou o renomado diretor potiguar, mestre João Marcelino Oliveira. Ele se somou ao Mamulego de Cheiroso para ajudar a contar essa história baseada no drama popular de circo, rica de sentidos e sensações, com mais de 60 elementos cênicos, entre bonecos, adereços e cenários.

O espetáculo será realizado com o patrocínio da Secretária do estado da Cultura (Secult) através do Funcart e do Conselho estadual de Cultura. O evento tambpem conta com o apoio da Fundação Aperipe e Funcaju.

Clemilda e Gerson Filho – Apesar de ser natural de Alagoas, a forrozeira Clemilda é considerada ‘Rainha do Forró’ e se consagrou como um dos maiores ícones da música sergipana, com quase 50 anos de carreira, gravação de 40 discos e seis CDs. Em 1985, Clemilda ficou conhecida nacionalmente após o sucesso ‘Prenda o Tadeu’.  Nascida em 1936, Clemilda foi para o Rio de Janeiro aos 20 anos de idade, onde começou a frequentar programas de rádio. Em 1965 a forrozeira conheceu Gerson Filho em um programa de rádio e com ele se casou e teve dois filhos. Clemilda fez várias participações em discos do marido. Porém, em 1967, lançou carreira solo e se tornou ícone da música nordestina. Até o fim de sua vida ela apresentou por mais de 35 anos o programa Forró no Asfalto na rádio e TV pública Aperipe. A cantora Clemilda Ferreira da Silva, morreu  aos 78 anos, em  por complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) sofrido em maio do mesmo ano.

Ascom: Elma Santos
(79)-99994-0519

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta