Temer deve lançar programa bilionário para revitalizar Rio São Francisco

0
234

Notícia publicada na coluna Painel da Folha de S Paulo revela que o governo do presidente interino, Michel Temer, vai lançar em breve um programa de obras para a revitalização do Rio São Francisco. Serão anunciadas medidas para os próximos 10 anos que incluirão despoluição das águas, conservação do solo, reflorestamento das margens e saneamento da bacia do rio. A equipe de Temer batizou o programa de “Novo Chico” e, mesmo com o ajuste fiscal em curso, estima gastar, de saída, R$ 6,7 bilhões até 2026.

O gasto será incluído no Orçamento de 2017. Só a recuperação de áreas degradadas deve consumir R$ 3 bilhões até 2026.

O senador Benedito de Lira (PP-AL) classificou a decisão do governo Temer como uma conquista da luta em defesa da revitalização do rio São Francisco. O senador tem denunciado a situação em reiterados pronunciamentos da tribuna do Senado. Segundo ele, “a situaçãoatual é lastimável, de dar dó. Podemos dizer que o rio está morrendo de sede”.

Falou que o outrora impávido e colossal Rio da Integração Nacional está irreconhecível em diversos pontos de seu curso, desde a nascente na Serra da Canastra até a sua foz, na divisa entre Sergipe e Alagoas. No trecho do rio que banha a cidade de Piranhas, em pleno sertão alagoano, onde antes só se chegava de barco, agora dá para atravessar a pé.

Em sua maior represa, na Barragem de Sobradinho, o nível hoje está em alarmantes 17%. A seca é tamanha que já podem ser amplamente vistas as ruínas dos povoados inundados à época da construção da barragem, na década de 1970.

“O fato é que, ao enfrentar a maior seca dos últimos cem anos, a ação humana contribui decisivamente para agravar ainda mais os seus efeitos. Com as matas ciliares devastadas, o assoreamento de suas margens e o mau uso de suas represas e barragens, o bicho-homem tem aumentado a cruel sangria do Velho Chico, tornando-o cada vez mais enfraquecido e aquém de suas possibilidades econômicas”, explicou.

O parlamentar alagoano disse também que é urgente a recuperação do Velho Chico, até para que se possa, com segurança hídrica para toda a população ribeirinha, repartir a sua outrora farta capacidade de abastecimento com os irmãos nordestinos mais ao norte.

Embora não tenha ocorrido o anúncio oficial, o senador Benedito de Lira conclamou os prefeitos, principalmente os das 85 cidades ribeirinhas em situação mais crítica, a promoverem ações imediatas como forma de ganharem tempo. Segundo ele, as ações básicas são recuperar matas ciliares, acabar com o contínuo assoreamento e despejo de esgoto em suas margens e promover o uso sustentável e manejado de suas águas.

Diário de Arapiraca

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta