Beco do Taboão: antes que o buraco cresça tornando-se cratera

0
101

Desatenção com a História da cidade

Uma das ruas mais antigas da cidade de Propriá vem chamando a atenção das pessoas pelo simples fato de ter surgido um pequeno buraco que vem ganhando proporções sem que a Secretaria Municipal de Obras tenha se dignado, até o momento, em fazer o reparo. Trata-se do Beco do Taboão.

Quem mais vem reclamando são os motoristas. Eles alegam que, passarem pelo beco, tem seu veículo jogado dentro do buraco sem a possibilidade de fazer manobra para livrarem-se da situação devido o estreitamento da passagem. Ao que tudo indica o terreno cedeu fazendo surgir o incomodo.

O beco é uma das vias de ligação entre o centro da cidade e a parte alta onde fica a Igreja da Catedral. O trânsito de veículos e transeuntes é intenso, verdadeiro centro nervoso. Com a intensidade do transito a tendência da situação é a de que venha piorar. Propriá tem um dos piores quadros de ruas necessitando recuperação de calçamentos de forma urgente.

Segundo um Historiador local o Beco do Taboão era para ser uma via interditada para o trânsito de veículos, pois já é um patrimônio histórico tombado. Sua História tem início no começo da cidade. As pedras do calçamento são as mesmas de quando a pequena via foi calçada pela primeira vez. Vários anos de História residem naquele local.

Ao que se sabe a Câmara Municipal já tem conhecimento da situação e o Presidente José Aelson dos Santos relatou a situação enviando ao conhecimento do Prefeito José Américo.

Em vários aspectos a cidade de Propriá definha-se sem que respostas sejam dadas. Aguarda-se providências antes que o buraco cresça e torne-se cratera.

 Da redação
Adeval Marques
Publicado no Revista Sergipe News

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta