ENEM: Estudantes que vão fazer o exame em novembro podem baixar aplicativo e se manter atualizados

0
98

Os estudantes que vão participar da edição de 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm à disposição, desde a manhã desta quarta-feira, 1º de junho, o aplicativo que permite o acompanhamento das informações sobre as várias etapas do exame por meio de smartphones e tablets. Com ele, o candidato estará sempre atualizado. O aplicativo pode ser instalado nas plataformas Android, iOS e Windows Phone.

Além de facilitar o contato com os participantes, o aplicativo, desenvolvido pelo Ministério da Educação, em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), vai auxiliar a organização pessoal e o cumprimento de prazos, ao fornecer dados como situação da inscrição, cronograma, locais de provas, cartão de confirmação, gabaritos e resultados das provas.

Entre as funcionalidades oferecidas está a função alerta, que permite ao estudante selecionar as informações sobre as quais deseja ser notificado quando forem atualizadas dentro do cronograma. O estudante também pode fazer uma listagem das ações já concluídas durante as etapas do exame, de forma a controlar as pendências.

No mural de avisos, o participante tem acesso a comunicados oficiais enviados pelo Inep. Em casos de dúvidas, a sessão perguntas frequentes estará sempre disponível, bem como as informações sobre o cadastro.

Segurança — Após a instalação, é necessário que o estudante insira o login e a senha cadastrados no sistema de inscrição do Enem. Para garantir a segurança no uso da ferramenta, o candidato deve baixar o aplicativo diretamente da loja do celular — Google Play (Android), App Store (iOS) e Windows Store (Windows Phone) — e confirmar se o nome do desenvolvedor da ferramenta é o do Inep. O aplicativo destina-se tão-somente à consulta dos estudantes inscritos no exame.

Mais informações na página do Enem na internet.

Leia também: Edição deste ano recebe mais de 8,6 milhões de confirmações e supera 2015 em quase 1 milhão

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA