AELSON E FERNANDINHO PODEM LANÇAR PRÉ-CANDIDATURA PARA PREFEITO EM PROPRIÁ

0
422

Com essa união o projeto de José Américo em eleger Ninha da Feira pode ser fragilizado e tende a naufragar

Uma mudança que pode estar em curso é a possível pré-candidatura para o cargo de Prefeito pelos Vereadores José Aelson dos Santos (PSD), atual Presidente da Câmara Municipal, e o Vereador Fernandinho Britto (PDT) que pretendem formar um novo grupo e concorrer nas eleições municipais de 2016. A formação parte de dos vereadores Aelson e Fernandinho, somando-se com mais dois vereadores que dão sustentação ao mais novo projeto.

O grupo ainda esta sem definição de nomes sobre quem seria o líder na chapa, ou seja, o escolhido pré-candidato, a análise isolada que se faz, e que pode ganhar corpo, é a de que Aelson e Fernandinho são dois jovens na política propriaeense em um tempo que se fala muito em “oxigenação” ou surgimento de novos nomes para conduzir a administração do Município. Existem outros também que serão avaliados.

Linha do tempo e atualidade

Fazendo uma linha do tempo há de se perceber que existe um grande estado de leniência e quase de sonolência total no Município que, devido uma séria de gestões passadas e agravada pela atual, fizeram com que o desenvolvimento fosse para outras paragens e dessa forma não avançou o Município que já foi referência no Estado. No contexto atual falta emprego, geração de renda, criminalidade com roubos, furtos, pequenos delitos e assaltos a mão armada que provoca um grande estado de solidão na população, como aliás, já foi analisado. Entre outras. Tais motivos são apenas algumas citações por parte de colhimento de depoimentos atuais na cidade que pode muito bem ser constatado pelos céticos. A atual administração, seguindo a linha de depoimentos, não tem feito muito para mudar o quadro, ou seja, continuou a rota em que o Município vinha e dessa forma ajuda no agravamento da situação. São todas essas questões e mais algumas não ditas, que serão questionadas e cobradas. Por isso se fala da oxigenação, ou, de anseios para novas mudanças na política de Propriá.

Nomes em questão

Nesse clima de discussões sobre possíveis nomes que vem surgindo já é fato que Lúcia de Vado (PHS), Orlando do Tênis (PSB), Dr. Walberto (Solidariedade), Paulo Campos (PMDB) são tidos como certo. A candidata de Zé Américo é Ninha da Feira (PSDB). Se for concreto a nova formação dos vereadores, há que se pensar em um grupo de um grupo forte. EM política o que vale é somação e peso de grupo.

A união 

Os vereadores que estão reunidos dando sustentação no entorno da possível candidatura são: Marcos da Feira e Branca Enfermeira. Existe ainda mais dois vereadores que podem aderir ao projeto, bastando algumas situações que vem sendo estudadas. É forte essa possibilidade e, acaso se realize, o grupo estará formado então por seis parlamentares.

A surpresa?

Se a sociedade, principalmente a mais esclarecida e interessada na política local ficará surpresa, acredita-se que ainda mais será o Prefeito José Américo Lima pelo fato de contar com a união dos vereadores para dar sustentação ao projeto de continuidade da sua gestão através de sua Vice-prefeita Ninha da Feira que já vem em clima de pré-campanha, pois articula e é vista fazendo visitas […], entre outras informações. Se assim for, com mais um grupo em formação para disputar as eleições, o projeto de “Zé Américo” poderá naufragar. A via maior poderá surgir como uma forte união de grupos contrários e em oposição à todos da gestão atual.

Da redação

Adeval Marques

Graduado em História/Unit

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta