VEREADOR DENUNCIA CLIMA DE INSEGURANÇA EM PROPRIÁ E DIZ QUE VIATURAS TEM POUCO COMBUSTÍVEL PARA ATUAÇÃO

0
286

O Vereador Geno disse que a situação em Propriá é preocupante e pede ajuda das autoridades

O clima de insegurança na cidade de Propriá vem chamando a atenção da população gerando desconforto e medo. A situação e clamor chamou a atenção de um Vereador que usou parte da sua fala na Tribuna para relatar o momento em que a cidade vive.

Na ótica do Vereador a cidade falta um melhor aparelhamento de trabalho ostensivo por parte da Polícia Militar. Segundo relatou o Vereador as viaturas contam apenas com dez litros de gasolina por dia e já houve casos em que o Policial fez o abastecimento da viatura por conta própria para atuar em serviço.

No principal relato do Vereador a informação e repúdio para o caso de esquartejamento de um cidadão – ainda não identificado – ocorrida no final da semana retrasada nas imediações de um dos pontos mais movimentados da cidade cuja via é de acesso à Universidade Unit e nos fundos da AABB. Outro fato relatado por ele é o de que as drogas proliferam na cidade e nem as operações policiais intimidam os marginais. Na ótica do Vereador a cidade e sua população vivem vulnerável e suscetíveis para com as ocorrências por parte de tais cidadãos que vivem da prática de crimes.

Nos grupos de whatsapp, nas conversas de ruas, bares e outros lugares o assunto de assaltos a mão armada e assassinatos é fato corriqueiro. estabelecimentos comerciais são alvos de assaltos constantimentes. O clima é de insegurança e medo.

O Presidente da Casa informou que estará solicitando a presença do novo Comandante do BPM de Propriá para dialogar com a Câmara Municipal. A situação deverá chegar ao conhecimento do Estado com a solicitação uma atuação maior da Polícia Militar.

Da redação

Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta