POÇO REDONDO, VIVE DIA DE EMANCIPAÇÃO

0
355

O município de Poço Redondo comemorou nesta última sexta-feira ( 20), seus 62 anos de Emancipação Política com um suntuoso Desfile Cívico ao som dos dobrados da Banda local Sertão Música e Ecos e Sons do São Francisco de Canindé de São Francisco.

A Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição, levou todo seu alunado num grande cortejo pelas ruas da cidade. A Secretária de Bem Estar Social e do Trabalho Leila Santos foi recebida pelo Prefeito Roberto Araújo que se mostrava muito satisfeito com o brilhantismo do evento.

A colonização do território do município teve início no final do século XVII e início do XVIII, e está vinculada ao morgado de Porto da Folha. O povoado Curralinho surgiu em 1877, possuía uma escola e ficava às margens do Rio São Francisco. Em 1902, Manuel Pereira se estabeleceu com uma fábrica de descaroçar algodão no arraial Porto de Cima, transferindo-a, logo depois, para uma região a um quilômetro de distância. Outros habitantes foram atraídos para a região, que passou a ser chamada de “Poço Redondo”, pois o local era semi circulado pelo riacho Jacaré.

A instalação ocorreu em 1956, quando o então povoado Poço Redondo foi elevado a sede do Município. Poço Redondo é lembrado pelo lugar onde o Cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, mas conhecido como Lampião, foi morto na Fazenda Angicos.

Por Dami Alves

Foto: Dami Alves

Colunista do site www.revistasergipenews.com.br

SEM COMENTÁRIOS